Prefeitura investe em obras estruturantes e mobilidade urbana pelo desenvolvimento de Manaus

O ano de 2023 foi marcado pelo intenso trabalho realizado pela Prefeitura de Manaus na busca por melhorar a infraestrutura e mobilidade urbana da capital amazonense. A cidade virou um verdadeiro canteiro de obras que culminaram em uma melhoria da qualidade de vida da população.

Entre os destaques estão a entrega do complexo viário Prefeito José Fernandes; mais de 664 ruas recuperadas, que se somam as 2,7 mil ruas executadas pelo programa “Asfalta Manaus” ao longo da gestão e a entrega de 117 novos ônibus, totalizando 317 veículos adquiridos para a frota do transporte coletivo da capital nos últimos três anos.

“Quando chove forte na cidade, é sempre uma preocupação. Mas nós somos a gestão que mais investiu na história em áreas de contenção, áreas de erosão. Se fosse fácil, outros já teriam feitos. Vivo nesta cidade desde que nasci e vivi na periferia. Por isso, sei da importância de asfaltar uma rua. Quando chegamos na nossa rua, não tínhamos asfalto. E foi muita felicidade quando chegou o asfalto. Temos mais de 15 mil ruas, já asfaltamos mais de 2 mil e vamos fazer muito mais, porque buscamos melhorar ainda mais os serviços para a população da cidade de Manaus”, disse o prefeito de Manaus, David Almeida, em discurso na Câmara Municipal de Manaus (CMM), durante a abertura do ano legislativo.

Buscando resolver um dos grandes gargalos existentes no trânsito da cidade, a prefeitura entregou no mês de dezembro o complexo viário Prefeito José Fernandes, como um presente de Natal para os condutores que passam na rua Barão do Rio Branco, perpendicular à avenida Governador José Lindoso, conhecida como Torres. O contrato da ordem de serviço foi firmado para o viaduto ser entregue no mês de junho de 2024, mas o projeto foi antecipado em seis meses. O equipamento desafogou o tráfego de veículos e assegurou a passagem de ciclistas e pedestres.

Outra obra importante acontece na rotatória do Produtor, zona Leste, que receberá o nome de “Rei Pelé”, e será uma das maiores intervenções viárias, com o objetivo de proporcionar a melhor fluidez no trânsito em uma das áreas de maior congestionamento em horários de pico do trânsito.

Para que esse conforto seja sentido não apenas nas vias principais, mas dentro dos bairros, a atual gestão municipal avançou no programa “Asfalta Manaus” que alcançou a marca de 664 ruas recapeadas somente no ano de 2023, em 62 bairros e 196 comunidades da capital.

Metas

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), em 2024, a meta é dar início às obras de intervenção viária na avenida Governador José Lindoso, em trecho da saída com a avenida Ephigênio Salles; finalizar a construção do complexo viário Rei Pelé (rotatória do Produtor) e o alargamento da avenida Ephigênio Salles, além de reformar outros 15 complexos esportivos e construir 13 praças molhadas em diferentes zonas da capital.

Transporte Público

Por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), a Prefeitura investiu pesado na implantação de novas tecnologias para modernizar e permitir aos usuários do sistema de transporte público e a população em geral, que diariamente é impactada pelo trânsito, mais opções de comodidade em seu dia a dia.

Na atual gestão municipal, já foram entregues 317 novos ônibus, sendo 117 somente em 2023, renovando assim mais de 30% da frota total da capital amazonense. E todos com câmeras de segurança que contribuem para inibir os assaltos no interior dos coletivos.

Lançado em janeiro do ano passado, o aplicativo ‘Cadê Meu Ônibus?’ permite ao passageiro monitorar em tempo real a localização do coletivo. A plataforma já conta com mais de 550 mil usuários cadastrados, sendo mais de 24 milhões acessos, em média, por mês.

As novidades seguem com a implantação do Wi-Fi gratuito nos cinco terminais de integração da cidade. O serviço já conta com mais de 618 mil usuários ativos. O número é considerado excepcional por ter, em média, 11 mil acessos diários nos cinco terminais, onde há internet gratuita para os passageiros do transporte público da cidade.

Outra estratégia utilizada foi a implantação de 50 semáforos inteligentes que funcionam através de sensores e sistema de reconhecimento. Além disso, o Terminal 2, na Cachoeirinha, foi totalmente reformado; e atua nas obras do Terminal 7, localizado na conversão das zonas Oeste e Norte; e no terminal 6 e nova Rodoviária, no bairro Lago Azul.

E uma grande conquista desta gestão foi na implementação do Passe Livre Estudantil, que beneficia hoje mais de 170 mil alunos das escolas municipais e estaduais de Manaus, com investimento de R$ 36 milhões, apenas em 2023.

Para 2024, o IMMU segue buscando melhorar a experiência dos usuários do transporte público dando continuidade as reformas dos terminais de integração, entrega dos terminais em construção e realizando o lançamento do edital para o concurso público, dentre outras metas.

— — —

Texto e Fotos – Divulgação / Semcom