Fruto de 1.000 dias de trabalho, ‘Asfalta Manaus’ resgata vias esquecidas há décadas

Maior programa de pavimentação urbana da capital, o “Asfalta Manaus” foi lançado pela Prefeitura de Manaus no dia 24 de abril de 2022, fruto de uma parceria com o governo do Amazonas. O programa foi implantado na cidade com a meta de recapear 10 mil ruas, de becos a grandes avenidas. Em pouco mais de um ano, mais de 2 mil vias já foram totalmente recuperadas, muitas delas após décadas de espera, melhorando a vida da população.

Além do “Asfalta Manaus”, a prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), também atuou intensamente na construção e recuperação de sistemas de drenagem, profundas e superficiais; calçamentos; contenções de grandes erosões (voçorocas); entre outras obras que melhoram a mobilidade e a infraestrutura manauara.

Após o contrato firmado, a primeira rua asfaltada foi no bairro Alvorada, situado na zona Centro-Sul, e se estendeu a todas as zonas de Manaus. A atual gestão trabalhou pelas avenidas principais, ruas secundárias, becos, comunidades e vielas.

Moradores beneficiados pelo programa relatam a disparidade na qualidade do pavimento entregue hoje, em comparação com o mesmo serviço executado em anos anteriores. “O trabalho não é fácil, a gente percebe. O asfalto quente e o sol forte dificultam o processo, mas toda a equipe está de parabéns. Antes, era só maquiagem. Agora, temos asfalto grosso e de qualidade na porta de casa”, conta Darlene Duarte, 50 anos, moradora do bairro Japiim.

Como instrumento de transparência e informação, no dia 14 de dezembro de 2022, a prefeitura lançou o site “Asfaltômetro”, que contabiliza as ruas asfaltadas de forma total e parcial pelo programa, atualizando a população por meio das zonas, bairros e ruas que receberam os serviços. 

“Estamos empenhados em trabalhar todos os dias pelas zonas de Manaus, para alcançarmos o maior número de ruas asfaltadas. Sabemos que ainda falta muito trabalho a ser feito. Esse é só o começo da transformação e evolução de Manaus. Meu desejo é fazer a população daqui ter orgulho do lugar que nasceu, que cresceu, que mora. Acabou aquela fase de que Manaus era deixada em segundo plano. A força do nosso trabalho e dedicação nos impulsiona para frente’’, afirma o prefeito David Almeida.

De acordo com a última atualização do site Asfaltômetro, a prefeitura recuperou 537 ruas na zona Norte, 186 na zona Sul, 426 na zona Leste, 275 na zona Oeste, 297 na zona Centro-Oeste e 288 na zona Centro-Sul.

De becos a grandes avenidas

O programa recuperou importantes vias em áreas que não recebiam atenção há décadas, como a rua Cruzeiro, no bairro Grande Vitória, e a rua Penetração, no conjunto Vila Amazonas, que dá acesso ao Complexo Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo, destinado a estudantes com deficiência.

Desde os becos das comunidades até as grandes avenidas como a Max Teixeira, na zona Norte; a Cosme Ferreira, na zona Leste; e a avenida 7 de Setembro, no Centro, que são os principais corredores viários da cidade, foram contemplados.

“Nessa gestão, não existe diferença de rua grande para via pequena, de avenidas principais e de ruas secundárias. A determinação do prefeito David Almeida é clara e justa, para que toda a gestão envolvida trabalhe de forma dinâmica, com velocidade e qualidade. É assim que faz o nosso prefeito e é desta forma que seguimos, acordando de madrugada para executar os trabalhos”, afirma o secretário de Obras, Renato Junior.

— — —

Texto – Rayana Coutinho / Seminf 
Fotos – Márcio Melo / Seminf